Irão: Não há suficientes exemplares do Novo Testamento para acompanhar o crescimento. | 17Jun2010 13:55:49

Publicado por: XavierSilva

persian_nt.jpg

O  evangelista iraniano, Lázaro Yeghnazar, do Ministério 222, diz que um despertar espiritual de uma magnitude sem precedentes está ocorrendo em seu país. As igrejas estão crescendo tão rápido, apesar da perseguição, que têm dificuldade em lidar com todos os novos convertidos. O Ministério 222 (http://www.222ministries.com/) está atingindo milhões através da televisão e das transmissões via internet. Actualmente mais de 3.000 iranianos vêm a Cristo cada mês, através do trabalho do Ministério 222 , embora o governo iraniano tenha reprimido a televisão por satélite e tenha  quebrado as antenas parabólicas em Teerã e em outras cidades. Quase 200 mil visitantes únicos vêm ao site evangelista farsi (persa) do Ministério  222 cada mês. Muitos deles estão buscando o discipulado, porque acabaram de dar o seu coração a Cristo.

"A necessidade é tão grande", diz Maggie, a esposa  de Yeghnazar, que faz transmissões  especiais do evangelho para as mulheres iranianas. Ela diz que as mulheres respondem a Cristo mais rápido  que os homens porque elas tendem a ficar em casa. Yeghnazar e sua esposa fugiram do Irão em 1988, para basearem as suas operações no Reino Unido. Seus programas de língua farsi, não apenas trazem os iranianos à fé em Cristo, mas também servem para reforçar o movimento clandestino da “igreja em casa”. "Um líder da igreja disse-me que eles pararam de compartilhar a sua fé, porque todos os iranianos a quem eles testemunham vêm a  Cristo", diz Yeghnazar. "O líder disse-me: 'Nós não temos exemplares suficientes do Novo Testamento para lidar com o crescimento.’ Há uma enorme necessidade de discipulado!”

Os desafios no Irão são enormes. O país tem uma taxa extremamente elevada de toxicodependência, e pelo menos um quarto das pessoas estão deprimidas. Cerca de 60 por cento dos  71 milhões de habitantes do país têm menos de 26 anos de idade, e muitos deles são estudantes universitários que estão crescendo cada vez mais inquietos sob a ditadura de Ahmadinejad. A brutalidade policial é comum e muitas vezes é direccionada aos cristãos, que se reúnem em grupos menores do que 20 pessoas para praticarem o culto . "Os crentes no Irão não estão orando por perseguição", diz Yeghnazar, "mas eles sabem que está ajudando a alimentar o crescimento de suas igrejas."

 Fonte: Yeghnazar Lazarus, Lee Grady
NOTÍCIAS INTERNACIONAIS JOEL  734 | 8  JUNHO 2010
www.joelnews.org




Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

Procura
Últimas Galeria
©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional