Autoridades por toda a América tomam medidas repressivas contra os estudos da Bíblia em casa e outras expressões da fé cristã | 10Set2013 18:56:21

Publicado por: XavierSilva

Authorities_All_Over_America_Are_Cracking_Down_On_Home_Bible_Studies_And_Other_Expressions_Of_The_Christian_Faith_450x298.jpg

Consegue imaginar apanhar uma multa de 250 dólares cada vez que os seus amigos vêm ver futebol a sua casa? Consegue imaginar ser levado a tribunal pelas autoridades governamentais por causa de um jogo de cartas à sexta-feira à noite? Bem, em Venice, na Flórida, as autoridades estão a tomar medidas repressivas contra Shane e Marlen Roessiger por realizarem um estudo da Bíblia em sua casa todas as sextas-feiras à noite. As reuniões envolvem no máximo 10 pessoas que se juntam para rezar e estudar a Bíblia, mas as autoridades de Venice insistem que se trata de uma “violação de zonamento” e Shane e Marlen Roessiger estão a ser ameaçados com uma multa de 250 dólares por reunião. Tristemente, não é a primeira vez que algo semelhante acontece. A verdade é que as autoridades por toda a América estão a tentar suprimir os estudos da Bíblia em casa e outras expressões da fé cristã. Já não basta terem basicamente removido todos os vestígios do Cristianismo da vida pública na América. Agora perseguem-nos nas nossas próprias casas. Infelizmente é nesta direção que o nosso país está a seguir. Estamos a transformar-nos numa “sociedade do Irmão Mais Velho” na qual praticamente todos os pequenos movimentos que fazemos são analisados pelos burocratas do governo e pelos maníacos do controlo.

Se alguém convidar regularmente centenas de pessoas para sua casa, então sim, coisas como o congestionamento de tráfego e o ruído podem tornar-se um problema.

No entanto, quando chegar o dia em que não pudermos reunir-nos calmamente com 10 pessoas ou menos nas nossas próprias casas, saberemos que entrámos na tirania total e completa.

Felizmente, neste caso parece que Shane e Marlen Roessiger contam com uma boa representação legal a seu favor, de acordo com um artigo recente da Fox News….

    “É um estudo semanal da Bíblia”, afirmou Brad Dacus, presidente do Pacific Justice Institute. “É o mesmo tipo de estudo da Bíblia que se realiza em lares em toda a América.”

    O Pacific Justice Institute representa os Roessigers na sua luta contra os ataques do município. Dacus afirmou ter conhecimento de uma série de ataques aos estudos da Bíblia em casa em todo o país.

    “Arranjaram um problema específico com esta família unicamente por receber familiares e amigos em casa para ler a Bíblia e rezar”, disse Dacus à Fox News. “Pode ser que isto seja aceite em certas partes tirânicas do mundo. Mas não nos Estados Unidos da América.”

Mesmo que você não seja religioso, deve conseguir ver como os direitos deles estão a ser espezinhados.

Pense como é que se sentiria se convidasse alguns amigos para virem a sua casa discutir política ou outro assunto que fosse muito importante para si. Queria que as autoridades aparecessem a bater à sua porta?

Infelizmente, este não é o único estudo da Bíblia em casa que foi atacado nos últimos meses.

No sul da Califórnia, Chuck e Stephanie Fromm apanharam uma multa de 300 dólares por realizarem um estudo da Bíblia em casa na sua propriedade. Disseram-lhes que não tinham a “licença condicional de uso” adequada para a realização desse tipo de reunião.

E é nesta direção que o nosso país segue atualmente. Em vez de proteger as nossas liberdades, as “autoridades” dizem-nos que temos de obter “licença” do governo para fazermos quase tudo.

Em Phoenix, no Arizona, um homem foi efetivamente condenado a 60 dias de prisão e a pagar uma multa de 12.180 dólares por realizar um estudo da Bíblia na sua propriedade.

Neste caso, ele costumava receber várias dezenas de pessoas em casa para as reuniões e tinha um “sinal de igreja” no pátio da frente, mas em vez de tentarem resolver as coisas a bem as autoridades atiraram-se a ele com todo o rigor da lei.

Então, se não podemos reunir-nos nas nossas próprias casas, para onde é que querem que vamos?

Alugamos uma escola?

É isso que fazem muitos grupos cristãos por todo o país, mas agora as autoridades em muitas zonas começaram a reprimi-los.

Por exemplo, o WND noticiou no início do ano que a Cidade de Nova Iorque estava a tentar cancelar os alugueres de todos os grupos religiosos que alugavam espaços em escolas públicas….

    “Na nossa opinião, as escolas públicas, que são financiadas pelos dólares dos contribuintes, não devem ser utilizadas como locais de culto”, afirmou Marge Feinberg, porta-voz do Departamento de Educação da Cidade de Nova Iorque. “O espaço escolar público não pode e não deve ser utilizado para serviços litúrgicos, especialmente porque o espaço escolar não está equitativamente disponível para todos os credos.”

Tristemente, tudo isto faz parte de um padrão de hostilidade contra o Cristianismo que tem vindo a crescer regularmente neste país.

Um relatório publicado recentemente intitulado “The Survey of Religious Hostility in America” (Estudo da hostilidade religiosa na América) continha uma série de incidentes que o demonstram claramente. Seguem-se apenas alguns exemplos tirados do relatório de 140 páginas….

  •  “Um juiz federal ameaçou de ‘encarceramento’ a oradora de uma cerimónia de graduação do ensino secundário a não ser que ela retirasse as referências a Jesus do seu discurso de fim de curso.
  •  Funcionários municipais proibiram idosos de rezar às refeições, ouvir mensagens religiosas ou cantar cânticos religiosos num centro de atividades para idosos.
  •   Um funcionário de uma escola pública impediu uma estudante de distribuir folhetos convidando as colegas para um evento na sua igreja.
  •   A faculdade de direito de uma universidade pública proibiu uma organização cristã porque exigia que os seus funcionários aderissem a uma declaração de fé com a qual a universidade discordava.
  •   O Departamento de Justiça dos Estados Unidos argumentou perante o Supremo Tribunal que o governo federal pode dizer às igrejas e sinagogas quais os pastores e rabis que pode contratar e despedir.
  •   O Departamento de Questões Referentes aos Veteranos de Guerra dos Estados Unidos proibiu a menção de Deus nos funerais dos veteranos, sobrepondo-se aos desejos das famílias dos falecidos.
  •   Um juiz federal defendeu que as orações perante uma Câmara de Representantes estadual podiam ser a Alá mas não a Jesus.”

Talvez não seja cristão e esteja contente por as autoridades estarem a dificultar as coisas para os cristãos.

Bem, e quando elas vierem bater-lhe à porta e espezinhar os seus direitos?

Por exemplo, em algumas zonas do país aparentemente agora é “errado” que as crianças brinquem no seu próprio quintal, não vigiadas. O texto seguinte é retirado de um artigo recente da Natural News….

    Uma mãe de Virgínia foi recentemente interrogada quatro vezes pela polícia e visitada duas vezes pelos serviços sociais, depois de os vizinhos terem visto os filhos a brincar no seu próprio quintal não vigiados e decidirem comunicar o não incidente às autoridades locais. De acordo com Lenore Skenazy da Free-Range Kids, este tipo de histeria e de paranoia estilo Stasi estão a tornar-se habituais na América, onde as crianças estão a ser excessivamente mimadas, super protegidas e tratadas como se estivessem sempre em perigo grave de serem raptadas ou maltratadas.

Consegue ver para onde é que tudo isto nos leva?

Vivemos num país dirigido por maníacos do controlo.

Vivemos num país onde 51 por cento das pessoas concordam com esta afirmação: ”é necessário desistir de algumas liberdades civis para tornar o país seguro contra o terrorismo”.

Vivemos num país onde as pessoas estão convencidas que é normal os imbecis da segurança tocarem nas partes íntimas das nossas mulheres e dos nossos filhos antes de lhes ser permitido embarcar nos seus voos.

Vivemos num país onde o governo está a instalar uma rede nacional de câmaras de reconhecimento facial muito sofisticadas para ver o que estamos todos a fazer.

Se continuarmos a permitir que as nossas liberdades sejam destruídas a este ritmo, eventualmente não teremos nada.

Um dia os nossos filhos acordam num pesadelo distópico muito para além daquilo que George Orwell jamais sonhou.

E de quem é a culpa?

É nossa, porque nunca nos impusemos nem dissemos nada enquanto tivemos a oportunidade.

Michael Snyder, 19 Set 2012

http://thetruthwins.com/archives/authorities-all-over-america-are-cracking-down-on-home-bible-studies-and-other-expressions-of-the-christian-faith






Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

Procura
Últimas Galeria
©2017, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional