Perseguição na Birmânia (Myanmar): é necessária autorização para ler a Bíblia | 15Fev2013 16:49:06

Publicado por: XavierSilva

Burma_Churches_Destroyed_4X3.jpg

Uma igreja cristã na Birmânia é destruída pelos militares.


 ”Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;”. – Mateus 5:10

À medida que continuamos a dar notícias sobre os irmãos e irmãs cristãos que estão a ser presos, torturados e mortos em todo o mundo pelas suas crenças, surge uma nova história na Birmânia que é um regresso à perseguição do primeiro século a.C. O governo da Birmânia aprovou novas leis que limitam o exercício da fé cristã a tais extremos que agora é necessária uma autorização só para ler a Bíblia.

A última medida das autoridades birmanesas exige que os cristãos do município de Phakant, no estado de Kachin, apresentem um pedido escrito com pelo menos 15 dias de antecedência para lerem a Bíblia, efetuarem um estudo da Bíblia, terem escola dominical e outras atividades relacionadas com a oração, de acordo com a organização Christian Solidarity Worldwide (CSW).

Os pedidos, ordenados pelo Departamento Geral de Administração Municipal, devem ser também acompanhados por recomendações de outros departamentos.

“Exigir às igrejas e às pessoas que obtenham autorização para ler a Bíblia, rezar, jejuar e ter escola dominical é uma restrição extrema e mais uma violação extraordinária da liberdade de religião”, afirmou Benedict Rogers, chefe da Equipa da Ásia Oriental da organização Christian Solidarity Worldwide.

Não é nenhuma surpresa que a Birmânia se encontre na lista de Países Restritos do Departamento de Estado dos Estados Unidos, cujas políticas contra os cristãos demonstram uma verdadeira intolerância religiosa, lado a lado com a China, a Eritreia, o Irão, a Coreia do Norte, a Arábia Saudita, o Sudão e o Uzbequistão. A construção de novas igrejas é proibida e os símbolos religiosos cristãos, como as cruzes, são retirados pelos militares.


burma_refugee.jpg

Cristãos birmaneses numa marcha pela sua liberdade religiosa.


Vítimas de uma junta militar maldosa, os cristãos na Birmânia, que incluem cerca de 9% da população, foram brutalmente atacados pelos militares de uma forma que se transformou numa limpeza étnica focada nos cristãos. O exército invade as aldeias da selva, matando todas as pessoas que não fugiram e queimando as casas e as igrejas. Conforme noticiou a organização Persecution.com:

Quando o chefe de um mosteiro perguntou aos soldados se devia avisar os monges budistas para saírem de uma zona de conflito, o soldado respondeu: “Não, não vamos fazer mal aos budistas. Só estamos contra os cristãos”.

Um grupo minoritário birmanês fortemente atacado é o povo Karen. Historicamente cristãos, atualmente cerca de 40 por cento das pessoas Karen são cristãs. Um funcionário birmanês declarou com ousadia recentemente: “Em breve não haverá cristãos neste país. Só poderão ver uma pessoa Karen numa imagem num museu”.

É espantoso que as autoridades governamentais estejam tão preocupadas com a Bíblia e a sua influência que a simples leitura da mesma sem uma autorização seja agora um crime. E a sua limpeza étnica provocou um número estimado de 500.000 mortos e 4.300 aldeias destruídas. No entanto, isto não parou o crescimento da fé cristã e a partilha do Evangelho neste país devastado pela guerra. Os cristãos continuam a pregar e a praticar a sua fé, apesar das consequências e dos riscos. Rezem para que o povo da Birmânia tenha segurança, conforto e coragem na sua fé também.


Burmese_children_in_prayer.jpg

Crianças birmanesas num serviço religioso.


A luta dos cristãos na Birmânia faz recordar a perseguição enfrentada pelos apóstolos Pedro e João no capítulo 5 dos Atos. Atirados para a prisão por pregarem o Evangelho, foram salvos milagrosamente, escaparam e voltaram imediatamente à cidade para pregar em público. Encorajados pela sua fé em Jesus Cristo, não podiam abandonar a sua missão de partilhar o Seu amor e a Sua mensagem de salvação, independentemente do risco:


    “Nisto, chegou alguém que disse: Olhem que os homens que meteram na cadeia estão no templo a ensinar o povo. … Apresentaram-nos ao tribunal e o sumo-sacerdote perguntou-lhes: Então nós não vos tínhamos proibido de falarem no nome desse homem. Afinal têm enchido Jerusalém dessa doutrina e ainda por cima querem fazer recair sobre nós a culpa da sua morte.
Então Pedro e os outros apóstolos responderam: É mais importante obedecer a Deus do que aos homens!”.
 – Atos 5:25-29.



1 Nov 2011, Beginning and End
http://beginningandend.com/burma-passes-law-requiring-permit-read-bible/







Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários

Por: marcos aurelio moreira cetta

E muito importante estar bem informado por um canal não manipulador e de qualidade. A igreja precisa acordar e esta é uma ferramenta necessária para revela q Jesus Cristo esta voltando.

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

Procura
Últimas Galeria
©2017, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional